Envio normal gratuito para valores superiores a 75 EUR

A mestria da Swarovski

A coleção Swarovski Crystal Society (SCS) deste ano inspira-se na fauna e flora únicas de África e, em particular, na zebra. Vejamos como é que a beleza natural deste equino africano ganhou vida em forma de cristal.

Um animal deslumbrante

 As riscas da zebra são a sua principal imagem de marca, tendo cada animal um padrão único. Contudo, o motivo pelo qual a zebra possui riscas, bem como o seu objetivo, têm sido debatidos desde há muito tempo.

Alguns acreditam que as riscas permitem às zebras ficarem frescas debaixo do tórrido sol africano, enquanto investigações recentes sugerem que os padrões funcionam como um repelente de insetos capaz de confundir as moscas que tentam pousar no dorso da zebra. 

Por outro lado, outros investigadores acham que, quando se movem, as riscas pretas e brancas podem criar um “efeito ofuscante” que confunde os predadores da zebra, que são, na sua maioria, daltónicos. Este efeito pode ajudar disfarçar a velocidade do animal ou a direção em que desloca, bem como a camuflar-se em grandes manadas. De facto, este fenómeno levou a que um grupo de zebras fosse considerado “ofuscante”, tornando-as nas criaturas perfeitas para serem reproduzidas em cristal da Swarovski. Tal como os equinos da savana africana, a Edição Anual SCS de 2021, a Zebra Amai, deslumbra verdadeiramente.

Sete etapas para a perfeição

O inovador design Heinz Tabertshofer aceitou o desafio de transpor a pele listada única da zebra num cristal Swarovski. Este é o processo que adotou para reproduzir uma das criações da Mãe Natureza mais emblemáticas para a Swarovski.

Etapa 1: Pesquisa e esboços 

Heinz começou por fazer pesquisas sobre o animal e o seu habitat natural antes de visitar a quinta equestre Evelyn Haim-Swarovski e as suas duas zebras residentes. Esta visita deu a Heinz a oportunidade de estudar os animais mais de perto e os seus comportamentos na vida real. O resultado final da SCS Zebra Amai é, em grande parte, inspirado numa das zebras locais, chamada Helmut. 

Etapa 2: Modelo de escultura em bruto

Através da utilização de um modelo digital criado por computador, os esboços foram convertidos numa representação em três dimensões. Nesta fase, várias posições e expressões puderem ser experimentadas até ser encontrada a pose perfeita.

Etapa 3: Design do modelo 

Assim que o design final ficou definido, o designer Heinz Tabertshofer e o responsável pelo desenvolvimento do produto trabalharam em conjunto para otimizar os ângulos das facetas, de forma a garantir que a obra-prima pudesse brilhar com todo o seu esplendor. Quando ficaram satisfeitos com o resultado, a Zebra Amai ficou com 457 facetas e foi produzida uma réplica em resina. 

Etapa 4: Protótipo trabalhado à mão

A Edição Anual SCS de 2021 Zebra Amai finalmente ganhou vida num protótipo lapidado e polido à mão. Foi utilizado um revestimento especial para ajudar a definir as suas riscas, conferindo à Zebra Amai uma camada Silver Night e Golden Shine exclusiva.

Etapa 5: Produção de peças de cristal

Quando o protótipo ficou perfeito, deu-se início à produção. Cada uma das peças do modelo foi cortada individualmente através de ferramentas de precisão. 

Etapa 6: Colagem e montagem

Cada componente foi colado meticulosamente à mão, sendo apenas necessário um polimento final para a Zebra Amai ganhar vida. 

Etapa 7: Controlo de qualidade

Cada criação de cristal foi inspecionada minuciosamente por uma equipa de especialistas, que garantiram que todas as cores estavam no local certo e todas as facetas estavam perfeitas e radiantes. Ultrapassada a sua última inspeção, cada peça estava pronta para encher o mundo de alegria e de brilho!